domingo, 19 de maio de 2013

Anos 70



(feito pro espetáculo Samba 70-Quinteto em Branco e Preto)


Noventa milhões em ação vivendo um clima de repressão e rebeldia, é censurada a democracia, o clímax da intolerância, um tempo cruel de tortura e mudança. Entre tensões, guerra fria, crise no Petróleo e “milagre” na economia. Um presidente deposto e o mundo cada vez mais exposto nas telas de televisão. Torres, o nosso capitão, ergue a taca e houve choro quando morreu Lamarca, golpe militar no Chile, fim da guerra no Vietnã...vivíamos exilados ao som do Gil, Chico, Elis, Jorge Ben, Caetano, Djavan, Bosco, Aldir, Cartola, Martinho, Gonzaguinha, Originais, Adoniran...
Os embalos de sábado a noite travolteavam balanços cada vez mais estilizados, os decibéis cada vez mais altos. Os sucessos entre ascensão e declínio. Tempo de fascínio, de calca-boca-de-sino, Black Power, moicano, grandes óculos, roupas coloridas, Janis Joplin, Bob Marley, morreu Elvis, foi o fim dos Beatles e o apogeu dos jacksons Five, era inicio da era disco: Donna Summer, Village People, punk, new wave, Olivia Newton John, muito brilho, muito ecstasy, jeans, miçangas, safári, estampa floral...
Enquanto eclodia a revolução dos Cravos em Portugal, a Revolução Iraniana, a Guerra no Líbano, no Brasil tivemos Médici, Geisel e Figueiredo, uma era do medo, de intensa transformação. A arte respirando essa atmosfera, com olhos de utopia e quimera, com os pés no chão e clamando Anistia.
Os anos 70 deram luz e cor à fantasia, onde se consagrou o canto intenso de Beth, a explosão de Alcione, a inspiração de Candeia, o espelho refletiu João, Roberto Ribeiro desceu a Serrinha e Clara nos trouxe emoção cantando feito um sabià.
Os anos 70 embalaram nossos sonhos mais bonitos de sonhar e passou, feito um rio carregado de magia
 meu coração se deixou levar.
                                                   Vitor Pessoa




            

5 comentários:

Mariana Nori Morelo disse...

Muito bem sintetizado os anos 70 e muito poético ^^

Abraço!

Mariana Nori Morelo disse...

Muito bem sintetizado os anos 70 e super poético.

bjo!!!

Maria Fernanda dos Santos disse...

Ficou perfeito e o último parágrafo o deixou ainda mais encantador!!! No show Samba 70, quando você o apresentou, fiz uma viagem incrível no tempo, por alguns minutos estive nos anos 70 e... feito um rio carregado de magia meu coração se deixou levar!!!!
Parabéns!!! Tenho muito orgulho de ser sua fã!!!

Karina Mota disse...

Maria Fernanda dos Santos, concordo com suas palavras...Também estive no show e me senti assim... Parabéns Vitor!!!

Mayara Cristina disse...

Como poucos tem o dom divino de encantar a alma e o coração com suas palavras, sempre sábias! Simplesmente incrível, como tudo que vem de você! Minha admiração eterna ao Poeta mais iluminado do Universo!